Publicado em Deixe um comentário

Descubra sobre a origem do chocolate!

chocolate-flor-de-jambu

Tem algum chocólatra aí? Por acaso você já conhece a história por trás da origem do chocolate? 

Vamos viajar para 1.500 anos a.C. Mais especificamente na região da Mesoamérica, onde hoje localiza-se o México. Ali, viviam os povos Olmecas que já cultivavam uma planta conhecida mais tarde pelos maias como Cacahuaquchtl.

Apesar de não haver registros escritos de como esta civilização usava esta planta para produzir seu chocolate, acredita-se que eles a transformavam em um tipo de bebida que era tomada em rituais e cerimônias religiosas. 

Para conhecer mais sobre a origem do chocolate, continue lendo o texto e entenda porque este alimento sempre foi adorado desde a antiguidade.

Boa Leitura!

Qual a verdadeira origem do chocolate?

Povos Olmecas e Maias

Como citamos, a primeira civilização que cultivava e consumia a planta de cacau foram os Olmecas. Contudo, os povos Astecas e Maias possuem registros mais detalhados de como eles usavam as sementes torradas do cacau para produzir a “bebida dos deuses”.

Os Maias, por exemplo, pegavam as sementes moídas e misturavam com água, mel, pimentas e milho. Desta mistura, eles produziam um líquido espumoso e amargo que era comum em celebrações importantes. 

Esta civilização teve um grande crescimento comercial devido às suas plantações de cacau em regiões no sul do México, onde hoje é a Guatemala. Por isso, era comum encontrar o chocolate na refeição de muitas famílias nesta época. 

Povos Astecas

Os Astecas acreditavam que o chocolate era um presente do deus Quetzalcoatl (que significa serpente com plumas). Por isso, além de ser um privilégio para os nobres, governantes e soldados, as sementes do cacau se tornaram uma importantíssima moeda de troca, mais valiosa até que o ouro.

O governante asteca Montezuma II era um grande apreciador deste alimento e sempre bebia seu chocolate em taças feitas de ouro. Foi ele que apresentou esta adorada bebida ao explorador espanhol Hernán Cortés, que mais tarde lhe traiu para poder colonizar o México. 

A origem do chocolate na Espanha

Hernán Cortés, ao chegar no México em torno de 1519, foi recebido de forma cordial por Montezuma II, que lhe preparou um banquete com muito “tchocolath” (nome da bebida feita com as sementes do cacau).

Ao perceber que este alimento tinha um enorme valor para estes povos, Hernán Cortés começou a cultivar o cacau para o rei da Espanha, Carlos V. Desta forma, ele poderia se beneficiar ao trocar suas sementes pelo ouro dos astecas. 

Neste período, a Espanha se encantou pela novidade trazida das Américas, e os espanhóis resolveram incrementar o açúcar nas receitas do chocolate para torná-lo menos amargo. 

origem-do-chocolate
Bebida de Chocolate
Imagem Canva Pro

O chocolate se espalha pela Europa

Por muito tempo, a Espanha manteve em segredo esta iguaria que era muito apreciada pela realeza e pelos nobres que eram membros da corte.

Entretanto, um comerciante italiano chamado Antonio Carletti descobriu a receita do chocolate e começou a difundir na Itália. 

Mais tarde, o chocolate também chegou à França graças à união entre o rei francês Luís XIII e a pequena rainha da Espanha, Ana D’Áustria, que tinha somente 14 anos e era uma grande adoradora deste doce. 

Apenas no fim do século XVII que o chocolate começou a se espalhar pelo resto da Europa e ganhou casas muito frequentadas, principalmente na Inglaterra. 

Contudo, foi somente após a Revolução Industrial que a produção de chocolate se intensificou, e seu preço se tornou mais acessível para a população, deixando de ser um privilégio só da nobreza. 

Nos dias atuais temos uma variedade incontável de chocolates que são misturados com todos os tipos de ingredientes. Mas, você já ouviu falar do chocolate amazônico?

chocolate-amazônico-loja-flor-de-jambu
Chocolate Amazônico

Na região do Rio Tocantins, agricultores familiares cultivam e produzem esta delícia. Alias, é importante frisar que o cacau desta região é considerado um dos melhores do mundo, e o chocolate amazônico não contém corantes, conservantes ou estabilizantes.  

Se você deseja conhecer melhor sobre este chocolate que é fruto de uma produção sustentável, então clique no botão abaixo e compre agora mesmo o seu!