Publicado em Deixe um comentário

Artesanato Marajoara: um símbolo da identidade nacional

artesanato-marajoara-flor-de-jambu

Você já se perguntou por que admiramos tanto artefatos e utensílios antigos? Intitulamos, muitas vezes, como verdadeiras obras de arte alguns objetos, como vasos, que possuem funcionalidades muito simples se analisarmos. 

Contudo, acredito que o que nos encanta em algumas peças antigas é o fato de serem feitas em uma época com pouquíssima tecnologia e, mesmo assim, serem incrivelmente engenhosas, e com uma riqueza indescritível de detalhes. 

Essas obras vão desde projetos arquitetônicos gigantescos, como as pirâmides do Egito, até objetos com diferentes utilidades, como o artesanato marajoara. 

Dentre tantos grupos indígenas, e tantos artefatos confeccionados por estes povos, o artesanato marajoara ganhou destaque desde o momento em que foi descoberto. 

Por sua particular delicadeza e tipo de grafismo, estas obras influenciam até hoje a cultura e o comércio do estado do Pará. 

Neste artigo vamos te contar um pouquinho sobre as origens do artesanato marajoara, e porque suas características ainda seguem tão fortes no dia de hoje servindo como inspiração para tantas pessoas que ainda reproduzem esta arte. Vêm com a gente!

cerâmica marajoara
Cerâmica Marajoara
Fonte: Canva Pro

As origens deste Artesanato

Na ilha do Marajó, localizada no Pará, viveram os povos indígenas marajoaras entre 400 e 1300 anos d.C. Não se sabe ao certo como se deu o desaparecimento desta população. 

Contudo, descoberto tardiamente no séc XIX, o artesanato marajoara chamou atenção não só de artistas da época, como também de cientistas e historiadores que ficaram maravilhados com a abundância de detalhes. 

A riqueza e peculiaridade do artesanato Marajoara foi comparado, inclusive, com os artefatos confeccionados por grandes civilizações como os japoneses, egípcios e persas. 

Por serem caracterizadas como peças extremamente requintadas, alguns cientistas do primeiro Museu de História Natural do Brasil consideraram a arte marajoara como digna para se tornar símbolo da identidade nacional. 

Isso porque, no século XIX, o Brasil passou por um período de tentativa de construção de identidade que precisava aliar, segundo o Estado da época, a imagem da modernidade europeia que está sendo instaurada, junto com a imagem do indígena. 

Mas, o desafio foi grande, pois construir uma identidade de Brasil Indígena com um histórico de chacina em cima desses povos não era algo que fizesse muito sentido.

Por isso, segundo Linhares (2020), o símbolo do indígena estava sendo “convocado” para se tornar identidade da nossa nação, mas “não era qualquer grupo indígena”. Afinal, 

“se os indígenas sempre foram vistos como incivilizados, como usar o simbolismo desses povos sem parecer atrasado”  (Linhares, Anna Maria. 2020)

artesanato marajoara
Fonte: Canva Pro

O Artesanato Marajoara no dias de hoje

Como vimos, o Artesanato Marajoara foi considerado como “superior” e, por isso, se tornou símbolo da nossa identidade nacional. 

Esse fato justifica a forte influência que esta arte possui até nos dias de hoje. Afinal, é possível observar nas ruas e estabelecimentos comerciais de Belém, objetos e imagens que têm como inspiração os grafismos e outras características deste estilo. 

Além disso, no distrito de Icoaraci, que fica próximo de Belém, há a Feira do Paracuri. Lá se concentra vários ceramistas que produzem peças inspiradas na arte marajoara. 

A habilidade de manusear a cerâmica, e a personalidade marcante construída  pelos povos indígenas da Ilha do Marajó, é um legado importante que está sendo passado de geração a geração. 

Gostou de saber um pouquinho mais sobre a história das origens deste artesanato?? 

Então fique ligado no nosso Blog, pois há artigos novos toda semana!!