Publicado em Deixe um comentário

Dicas práticas de como se tornar um consumidor consciente

consumidor-consciente

O que é um consumidor consciente? Vamos começar por aí! Afinal, não dá para tentar ser algo sem compreender os conceitos e fundamentos por trás da palavra. 

Basicamente, o consumidor consciente é aquele que pensa em todos os impactos que ele pode causar, positivos e negativos, ao realizar determinada compra. 

Afinal, nossas escolhas e ações, mesmo que pareçam pequenas, geram efeitos em várias esferas. Por isso, o consumidor consciente leva em consideração pontos relevantes que colaboram com a construção de um mundo mais sustentável. 

Quer entender melhor sobre este conceito e descobrir quais os benefícios desta prática? 

Então, vem com a gente! 

Qual a relevância do consumo consciente? 

Quando paramos para refletir sobre questões como as mudanças climáticas, impactos ambientais, a quantidade de lixo que produzimos, testes em animais, trabalho escravo em pleno século 21, percebemos que ser um consumidor consciente está se tornando uma necessidade e não uma opção. 

Como falamos, nosso consumo afeta esferas sociais, econômicas, ambientais…Ou seja, não dá pra fugir das responsabilidades sobre os nossos próprios atos. Por isso, é tão importante repensarmos a forma como consumimos. 

É sempre bom começar pela seguinte reflexão: “eu realmente preciso disto?”. Se você ainda não faz essa pergunta toda vez que vai comprar algo, então está na hora de adquirir este hábito. 

Afinal, o sistema econômico capitalista no qual estamos inseridos criou uma manada de consumistas que geram impactos não só para as pessoas, mas também para plantas, florestas, rios, mares, animais…

Por esse motivo, o consumidor consciente é aquela pessoa que: 

  • busca entender melhor suas necessidades;
  • conhece sobre a procedência dos produtos que adquire;
  • apoia empresas que possuem responsabilidade social e ambiental;
  • não colabora com instituições que praticam qualquer tipo de exploração; 

Além disso, a forma como consumimos e descartamos os produtos depois que os adquirimos também é algo a se pensar!

Fazer total uso dos alimentos, reaproveitando as cascas por exemplo, é uma atitude consciente que reduz significativamente a quantidade de lixo que você produz. Sem falar que aquilo que não pode ser reutilizado precisa ser descartado de forma adequada. 

Não é tão difícil quanto parece! Confira agora mais algumas práticas simples que você pode começar a adotar no seu dia a dia que farão toda a diferença! 

Práticas do consumidor consciente

A prática mais simples que todo indivíduo deve aprender é saber distinguir seus desejos das suas reais necessidades. 

Ter esta consciência irá afetar não só o seu bolso, pois você irá evitar a compra de muitas coisas supérfluas, mas também o meio ambiente! 

Além disso, estudar as marcas que você mais consome e entender seus processos de produção é outro fator importante. Afinal, ao adquirir o produto de determinada empresa você estará, mesmo que indiretamente, colaborando para todo o seu sistema interno. 

Por isso, é importante entender qual a procedência dos produtos e se ele é fruto de relações trabalhistas justas. 

Outra atitude super relevante do consumidor consciente é apoiar e divulgar as empresas que realmente se comprometem com as causas socioambientais! 

Afinal, isso fomenta que outras pessoas também passem a dar valor nestas questões! Sem falar que isso influencia que outras empresas também repensem seus processos e passem a ter atitudes mais sustentáveis! 

Mas, cuidado com o greenwashing! Tem muita instituição que se diz sustentável, mas não é! Por isso, é sempre importante investigar! 

Por último e não menos importante, é necessário pensar em pequenos detalhes dentro da sua própria casa, como o desperdício de alimentos, o uso excessivo de produtos que usam embalagens plásticas, banhos muito longos, o gasto alto de energia… 

Ser um consumidor consciente é construir pequenos hábitos diários em respeito a si, às outras pessoas, à natureza, aos animais… 

Afinal, antes de mudar o mundo precisamos aprender a arrumar nossa própria cama!

Publicado em Deixe um comentário

Como o consumo consciente pode construir uma cozinha sustentável?

consumo-consciente-flor-de-jambu

O que você entende por consumo consciente?? 

Você já parou para pensar no impacto que você pode causar, positivo ou negativo, com pequenas decisões que você toma durante o dia?

Com certeza você já deve ter escutado aquele ditado popular que diz:

 “De grão em grão a galinha enche o papo.”

Nós costumamos dar atenção para grandes feitos, mas não percebemos que pequenas ações acumuladas também geram grandes impactos. 

Assim funciona a cozinha sustentável! São pequenas atitudes que, quando feitas constantemente, desencadeiam em resultados positivos gigantescos que podem transformar as presentes e futuras gerações. 

Quer entender melhor sobre estas pequenas ações? Então continue a leitura e descubra como pôr em prática o consumo consciente e ter uma cozinha mais sustentável. 

Qual o verdadeiro significado de Consumo Consciente?

Para entender de verdade o que é o consumo consciente, é preciso compreender o conceito de cadeias

“Cadeias?? Como assim? Não entendi!”

Calma que eu vou te explicar! O conceito de cadeia que eu estou me referindo é semelhante ao conceito de cadeia alimentar que você já deve ter escutado falar. Olha esse exemplo: 

Quando você joga fora, por exemplo, um milho que está dentro de uma embalagem porque acabou apodrecendo depois de muito tempo, você não joga fora só o milho, mas também descarta toda a cadeia de produção daquele produto. 

Ou seja, você joga no lixo:

  • o trabalho do agricultor que plantou a semente;
  • os meses de trabalho e cuidado com a terra para o milho crescer;
  • o serviço de colheita;
  • os recursos e o tempo para o transporte daquele milho;
  • o serviço e os materiais para a embalagem;
  • o serviço do funcionário que colocou o milho exposto no supermercado;
  • o tempo do seu próprio serviço, pois você trabalhou para pagar o milho e seu dinheiro foi jogado fora. 

Ou seja, você descartou tempo, mão de obra e recursos gastos para que aquele produto chegasse até a sua mesa. 

O consumo consciente começa aí: compreendendo que uma pequena ação influencia em toda uma cadeia. 

Agora que você já aprendeu, ou só refrescou o significado de “consumo consciente” na sua mente, vêm conferir algumas medidas básicas que você pode adotar para tornar sua cozinha, da sua casa ou restaurante, mais sustentável. 

Como ter um consumo consciente dentro da cozinha?

Na sua casa

  • Evite comprar alimentos perecíveis em excesso para prevenir o desperdício;
  • Utilize as cascas dos alimentos para a produção de molhos e caldos;
  • Faça geleias e sucos com as frutas que estão muito maduras e não serão mais consumidas;
  • Utilize Ecobags quando for à feiras ou supermercados; 
  • Congele os alimentos perecíveis que você não utilizará nos dias seguintes;
  • Use filtros de café de pano; 
  • Separe seu lixo orgânico do reciclável; 
  • Reutilize embalagens de plástico ou vidro; Não é brega usar o copo de requeijão! É sustentável! 
  • Busque alimentos orgânicos de pequenos produtores da sua região.
ecobag da amazônia

No seu restaurante

As mesmas sugestões citadas acima podem ser postas em práticas em um restaurante. Contudo, há algumas dicas exclusivas para quem possui um estabelecimento com foco na alimentação! 

  • Elabore um cardápio pensando na sazonalidade dos alimentos;
  • Evite utilizar alimentos em risco de extinção como a amêndoa de baru, o umbu, o pirarucu…
  • Selecione com cuidados seus fornecedores e dê preferência para agricultores familiares; 
  • Se possível, tenha sua própria hortinha de ervas e utilize dos restos de alimentos para a compostagem;
  • Realize o descarte de óleos de forma correta;
  • Observe se as porções servidas nos pratos não estão gerando muito desperdício; 
agricultor-familiar
Fonte: Canva Pro

Lembrando que se o seu restaurante ainda está na fase do projeto, você já pode fazer algumas escolhas que irão ser benéficas não só para o meio ambiente, mas também para o seu bolso, como:

  • Aproveitar bastante a luz solar para iluminar os ambientes;
  • Reutilizar a água de chuvas para alguns processos;
  • Decorar seu restaurante com artigos ecológicos;

Muito legais essas dicas, não é?

Gostou de aprender um pouquinho mais sobre estes conceitos? Quer começar a praticar estas pequenas ações que podem fazer uma enorme diferença?

Então clique agora no botão abaixo e conheça nossos produtos ecológicos!