Publicado em Deixe um comentário

Qual é o melhor? Café arábica ou o Café robusta amazônico?

café orgânico da amazônia

Essa é uma pergunta difícil de responder, pois gosto é algo bastante pessoal! Muitos dirão que o melhor é o café arábica, afinal, sua produção mundial é bem maior. Contudo, o café robusta amazônico está a cada dia conquistando mais apreciadores pelo seu sabor. 

Apesar de ambos os tipos terem suas origens na África, o cultivo destes grãos no Brasil foi muito bem sucedido. Não é à toa que o nosso país é um dos maiores produtores do mundo. 

Mas, o que muitos não sabem é que Rondônia, localizado no Norte do Brasil, é um dos estados que lideram a produção de café amazônico. 

Neste artigo, vamos falar um pouco das principais características e diferenças entre o café arábica e o café robusta amazônico! 

Pega lá seu cafézinho e desfrute a leitura! 

O que é café arábica? 

Tem gente que toma café todo santo dia, mas não faz ideia do tipo que está tomando. Por isso, nós viemos aqui te explicar as diferenças entre essas duas categorias para que você possa reparar na variedade de nuances, cheiros e sabores. 

O café arábica tem uma concentração maior de açúcares e gordura, comparado ao café robusta. Por isso, seu sabor é mais ameno e adocicado. Um dos motivos que justificam ele ser mais popular. 

O fato dele conter menos cafeína também influencia no seu sabor, pois diminui aquela sensação de amargor que nem todo mundo gosta. Além disso, o café arábica é o mais utilizado para produzir as versões gourmet que encontramos nos mercados. 

Sobre o processo de produção, o café arábica possui algumas peculiaridades, pois além de ser mais propenso à pragas, seu cultivo se dá melhor em áreas com altitudes mais elevadas. 

Por isso, sua produção se concentra mais nos estados de São Paulo e Minas Gerais. Contudo, existe um tipo de café arábica moldado para climas mais quentes e altitudes mais baixas que tiveram resultados positivos em seu plantio na Amazônia. 

Além de suprir a demanda que existia na região norte, o café arábica amazônico foi categorizado como especial por suas altas notas de qualidade estipuladas pela SCAA (Associação Americana de Café). 

O que é café robusta amazônico? 

O café robusta amazônico é o resultado de um cruzamento entre as plantas do café conilon e do café robusta. Diferente do arábica, ele produz uma bebida mais encorpada, com aroma mais forte e sabor mais amargo. 

O investimento tecnológico realizado nos últimos anos para aprimorar os processos de produção do café robusta na região de Rondônia influenciaram não só na produtividade, mas também na qualidade final do produto.

Por isso, ele vêm conquistando o paladar de várias pessoas, sem falar da notoriedade que está recebendo em vários concursos. 

Dependendo do tipo de fermentação a que os grãos são submetidos, os sabores, aromas e nível de acidez podem variar. Enquanto o arábica tem um toque frutado, o robusta é mais amadeirado, remetendo à especiarias e chocolate. 

Sua produção é mais simples, comparado ao arábico, até porque os frutos do robusta são mais resistentes e se desenvolvem bem em climas mais quentes. 

O café amazônico tem grande valor gastronómico, social, cultural e econômico. Afinal, sua produção é a principal fonte de renda de muitas comunidades, inclusive indígenas, que vivem nos estados do Acre, Rondônia e Amazonas.  

No município de Apuí (Amazonas), por exemplo, podemos encontrar o café amazônico orgânico que é fruto do trabalho sustentável de agricultores familiares residentes do local. 

Além de ser produzido em áreas de sistemas agroflorestais livres de agrotóxicos, o café Apuí passa por processos diferenciados que tornam seu aroma e sabor únicos. 

Bateu aquela vontade de tomar um cafézinho?? Aproveita que no nosso site ainda tem algumas unidades do Café Apuí Orgânico. Compre agora o seu!