Publicado em 1 comentário

Puxuri, a noz moscada brasileira

Puxuri, puxurim, pexorim, pixuri… são vários nomes utilizados para falar de uma semente oleaginosa, que apesar de lembrar a noz-moscada é nativa da Amazônia brasileira. 

O seu aroma e sabor são únicos, com um cheiro que mistura cravo, anis estrelado e um fundinho de cardamomo, é um semente versátil, onde nossa nossa co-fundadora e nutricionista Carol explica mais:  

O puxuri é uma das minhas melhores descobertas da Amazônia. Com aroma e sabor único, um pouco defumado com um toque de cravo e canela. Vai bem tanto no doce como no salgado. Já coloquei no molho branco, na calda do pudim, na batata assada e até para temperar o camarão. Já falei que ele é rico em bioativos…tem como não amar?

A utilização do puxuri é da mesma forma que a noz moscada, é só ralar uma pequena porção para pegar o gosto na sua receita. E claro que não podíamos deixar de compartilhar uma das nossas deliciosas receitas, um peixe com crosta de castanha do pará e puxurii!

A utilização do puxuri é da mesma forma que a noz moscada, é só ralar uma pequena porção para pegar o gosto na sua receita. E claro que não podíamos deixar de compartilhar uma das nossas deliciosas receitas, um peixe com crosta de castanha do pará e puxurii!

hum.. deu até água na boca só de olhar! Confira aqui a receita completa.

Agora vamos mergulhar na história e conhecer mais a origem do puxuri. 

É na cidade de Borba no Amazonas, onde há a utilização tradicional do puxuri. A população detém conhecimentos ancestrais, que fazem uso das propriedades terapêuticas da planta. Segundo um relatório divulgado na 62° Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência em 2010, pesquisadores afirmaram que os nativos desta cidade costumam tomar o chá da semente ralada na língua do pirarucu para tratar males do estômago. Consomem o chá de todas as partes da planta como bebida, em substituição ao café.

Seu Francisco, produtor da semente de Puxuri

Outro fato histórico interessante do puxuri, fica localizado no estado do Pará na cidade de Tomé-Açu, onde é a terceira cidade com maior colônia japonesa do Brasil. Os imigrantes japoneses da região são fundamentais para a prospecção agrícola e sustentável na cidade. Um dos primeiros imigrantes, foi o avô de Seu Francisco, o da foto acima, que levou sementes do Amazonas para Tomé-Açu, sem saber que era o puxuri. Foi necessário muito cuidado, dedicação, pesquisa e tempo para que as mudas efetivamente se adaptassem às novas condições de solo e temperatura, e descobrissem que era o puxuri. Esse cuidado com a terra é passado de geração para geração até hoje. 

Ao ralar a semente de puxuri de Tomé-Açu, descobrimos que esta semente transmite muita história. A história dos japoneses que vieram tentar a vida no Brasil e insistiram na criação de sementes mesmo quando as situações eram desfavoráveis. Imigrantes como o avô de Seu Francisco, que acreditaram na produção agroflorestal, sem utilização de técnicas agressivas no solo e valorização familiar, repassando este conhecimento para os filhos, e hoje, o neto, Seu Francisco, segue o mesmo caminho como terceira geração de uma semente única. 

É lá também que existe uma cooperativa, a Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu – CANTA,  que faz um trabalho importante para a empregabilidade com diversos produtores rurais. Para saber mais dessa história, acesse a reportagem que saiu no Globo Rural

Fruto do puxuri com a semente

Estudos também têm sido realizados na utilização do óleo de puxuri na indústria de cosméticos, perfumes e fragrâncias, fármacos (creme dentais e enxaguantes bucais) e até mesmo como praguicida natural. 

Quem diria que uma semente teria tantas utilidades! 

E assim como várias outras especiarias, essa semente é da nossa terra, é da Amazônia!

Flor de jambu,

Texto produzido por @projetorebbu. 

Referência: 

http://www.sbpcnet.org.br/livro/62ra/resumos/resumos/5714.htm

Um comentário sobre “Puxuri, a noz moscada brasileira

  1. Amei saber das histórias do pixhilim viu Francisco conheco desde criança faziam chá d pixhilim e nós moscada pra mulher q tinha tido bebê era bom demais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.